Header Ads

ad

Mário Lago e a ditadura

O ator e compositor Mário Lago, autor de "Ai que saudades da Amélia" e "Aurora", entre outras, faleceu aos 90 anos, tendo dado grande contribuição à dramaturgia e à música brasileiras.

Formado em Direito, o neto de um anarquista italiano tornou-se marxista ainda jovem. Sua opção pelas idéias comunistas fizeram com que fosse preso em sete ocasiões - 1932, 1941, 1946, 1949, 1952, 1964 e 1969.

Encontramos dois episódios que mesclaram arte e política:
Durante a novela "Passos do Vento" (Globo, 1969) o ator Mário Lago foi preso por motivos políticos. Como a sua liberdade demorou para sair, e seu personagem precisava aparecer para dar continuidade na trama, o próprio diretor Régis Cardoso assumiu o personagem numa cena, aparecendo de costas.
Fonte: Teledramaturgia
Em "Os Gigantes" (Globo) acham os censores que Antônio Lucas, personagem vivido por Mário Lago, anda falando demais. Seus, inflamados discursos contra a instalação de uma multinacional na Cidade também seriam excessivamente ousados. Daí já ter ocorrido algumas podações em suas falas. Durante a gravação de um dos últimos capítulos, o texto original de duas páginas ficou reduzido a apenas meia. A tendência é silenciar cada vez mais o inquieto Antônio Lucas.
Fonte: Jornal do Brasil - TV Pesquisa (PUC - Rio) citado em Memória da TV

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();

Postagem em destaque

Aniversariantes de Janeiro

(atualizado em 08/01/ 18) 01/01 1920 - Primo Carbonari - Cineasta documentarista (falecido) 1926 - Maria Della Costa (Gentile Maria Mar...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...